Anúncios

Horta Em Casa: 20 Ideias e Dicas para Você Montar a Sua Pequena Horta!

Anúncios
Anúncios

Ter uma horta em casa é uma delícia, além de propiciar a nós e a nossos familiares temperos e hortaliças sempre fresquinhos e sem agrotóxicos.

O mais bacana é que esse é um tipo de jardinagem bastante democrático. Ou seja, mesmo quem não tem muito espaço ou jeito com as plantas pode ter a sua horta em casa.

Afinal, a maioria das ervas, temperos e hortaliças são fáceis de serem mantidas – e podem funcionar muito bem em um jardim vertical ou até em um cantinho da cozinha. Já está convencido de montar a sua horta?

Então veja as dicas e ideias que separamos!

1 – Monte os vasinhos corretamente

A horta em vasos é muito comum, e uma das melhores opções para quem não tem muito espaço, ajudando a compor os jardins verticais.

Mas é importante ficar de olho em como montar o seu vasinho, principalmente dependendo do tipo de espécie que você vai plantar.

Uma preparação básica é essa da imagem que conta com um vaso com furo na parte debaixo (para escoar a água), pedaços de telha sobre uma pedra, 1/3 de pedra ou argila expandida (garantindo uma boa drenagem), uma camada de areia (para ajudar na filtragem) e terra suficiente para as raízes crescerem.

2 – Escolha a disposição de acordo com o seu espaço

Existem muitas maneiras de montar a sua horta caseira, mas é sempre importante analisar o espaço que você tem disponível.

Reaproveitar as caixas de madeira ou até gavetas antigas pode deixar a sua horta mais charmosa e diferenciada.

Só tome cuidado para que haja espaço suficiente e, claro, para escolher as plantinhas de acordo com as características de luminosidade e de ventos do seu ambiente.

Anúncios

3 – Pense em fazer uma horta hidropônica

A hidroponia consiste no cultivo de plantas cujas raízes ficam submersas na água adicionada de alguns nutrientes para seu pleno crescimento e desenvolvimento.

Para quem não tem muito espaço, é possível fazer uma horta hidropônica vertical reaproveitando os canos de PVC.

Essa leve inclinação e o zig zag da imagem é importante para que a água possa correr, bem como o tambor e a proximidade com uma tomada (porque é preciso ter uma bomba).

4 – Plante tomatinhos cereja

Quando falamos em hortas caseiras, muitas pessoas logo pensam nos temperos, como manjericão, ou nas hortaliças. Mas que tal investir no tomate?

O tomatinho cereja é pequeno e pode funcionar mesmo em espaços menores. Você precisará, contudo, plantá-lo em um local arejado e com bastante sol direto (pelo menos 4 horas por dia).

Além disso, escolha vasos com mais ou menos 40cm de altura, faça o plantio na primavera e regue com frequência, mas sem deixar a terra muito úmida.

5 – Considere as características do que você for plantar

Os temperos são os mais usados nas hortas caseiras, mas é preciso saber um pouco de cada um deles antes de optar por quais irá plantar.

O manjericão, por exemplo, se desenvolve melhor em locais com temperaturas maiores que 18ºC e onde fique exposto a pelo menos 3 horas de sol diária.

Já o alecrim se adapta melhor a várias temperaturas (desde que não beirem o extremo), enquanto a salsa se desenvolve melhor em locais com sombra parcial.

Riscos para Pintura Grátis

Prontos para Você imprimir

6 – Reaproveite itens e faça uma horta sustentável

Ter uma horta em casa é também uma possibilidade de contribuir com o meio ambiente, principalmente de acordo com os materiais que você usa na montagem.

Os tradicionais vasinhos de cerâmica, por exemplo, podem ser substituídos pelas latas de alimentos, como leite em pó, achocolatado, massa de tomate, etc.

A parte que sustenta os vasos pode ser feita com paletes ou outros materiais recicláveis.

Anúncios

7 – Transforme as garrafas plásticas

Outra maneira de ajudar o meio ambiente é a reciclagem de garrafas plásticas, que seriam descartadas agredindo a natureza.

Existem inúmeras inspirações na internet que provam o quanto as garrafas de água ou refrigerante podem ficar lindas na sua horta.

Essa ideia pode ser usada tanto para quem quer fazer a sua hortinha no quintal, ou até para as varandas de apartamento.

8 – Invista em mini árvores frutíferas

Você já imaginou cultivar na sua casa, além de ervas e hortaliças, também frutas deliciosas colhidas diretamente do pé?

Engana-se quem pensa que é preciso muito espaço para isso, já que existem mini árvores que podem ser plantadas em vasos.

Alguns exemplos são: romã, limoeiro (principalmente limão siciliano), laranjeira de porte anão, laranja-kinkan, mexerica, mangas anãs, jabuticaba anã ou sabará, pintangueira, acerola, figueira e morangos.

9 – Plante alho

O alho é um dos temperos que mais usamos no nosso dia a dia, afinal ele pode ser incluído na receita do arroz, das carnes, dos peixes e assim por diante.

Para plantá-lo também é muito fácil, é só pegar um dente de alho e colocá-lo na terra. A parte com as “pontinhas” precisa ficar para cima e o buraco deve ter entre 2 e 2,5 cm de profundidade.

A terra do vaso precisa estar bem adubada e é essencial que o local receba sol abundante. Além disso, regue a cada 10 ou 15 dias. Quando começar a crescer, lembre-se que o caule floral não pode passar de 10 cm ou o alho não irá se desenvolver.

10 – Invista em adubos caseiros

A grande vantagem da horta em casa é que você poderá controlar o uso de agrotóxicos ou outros químicos (e inclusive não usá-los na sua plantação).

Uma ideia bem bacana é investir nos adubos caseiros, que são mais saudáveis.

A casca da banana, por exemplo, é uma ótima fonte de potássio e de fósforo e pode ser usada no solo perto das plantas.

Anúncios

11 – Prefira as receitas caseiras contra as pragas

As pragas são uma dificuldade quando o assunto é manter a nossa horta sempre bonita e saudável.

Mas você sabia que não precisa usar nenhum tipo de agrotóxico ou de produtos químicos para se livrar delas?

O pulgão é uma das pragas mais comuns e pode ser combatida fervendo 30g de losna em um litro de água e borrifando essa mistura sobre a planta.

12 – Atenção em relação à poda

Algumas espécies precisam ser podadas com mais frequência do que outras – e conhecer essas diferenças é essencial para uma horta saudável.

A salsinha, a cebolinha e o coentro, por exemplo, podem crescer até 4 vezes depois de realizarmos uma poda radical (total).

Enquanto o manjericão, a hortelã e o orégano não toleram mais podas, apenas aquelas feitas de maneira moderada. Já as plantas de caules mais rígidos e espessos (como o alecrim) suportam mais podas que as de caule mole ou acaule (como a cebolinha e a salsinha).

Moldes de Feltro Grátis

Receba direto no seu e-mail!

13 – Tome cuidado com a colheita

A colheita também pode variar dependendo da espécie plantada. No caso das ervas de caule rígido, o ideal é cortar cerca de 5 a 7 cm finais do ramo escolhido, dando preferência aos ramos mais altos.

Já as plantas de caule semi-rígido (manjericão, hortelã e sálvia) podem ser cortadas abaixo dos pares das folhas terminais, podando o ramo logo acima do nó (bifurcação).

As cebolinhas são um caso à parte e podem ser colhidas com a mão, porque a tesoura ou a faca faz com que a planta rebrote mais fraca.

14 – Fique atento à quantidade de sol

Para que as suas plantinhas se desenvolvam bem e saudáveis é essencial conferir a quantidade de sol que recebem.

O tomilho e o orégano, por exemplo, precisam de muito sol, já a erva doce pode ser plantada dentro de casa.

O alecrim também gosta de sol, mas apenas em algumas horas do dia, por isso evite a exposição prolongada. Já o manjericão não pode ficar exposto ao vento e ao frio.

Anúncios

15 – Pense também nas energias das plantas

Você sabia que as plantas também podem ajudar a equilibrar as energias na sua casa?

A arruda, por exemplo, traz força para superar os desejos não realizados, limpa os traumas e insatisfações e elimina os sentimentos ruins.

Já o alecrim incentiva a sabedoria e o amor, enquanto o manjericão irradia a energia mental e estimula a busca pela verdade. O funcho é capaz de gerar transformação interna e força para correr atrás dos sonhos e a babosa estimula a mudança de pensamentos.

16 – Plante algumas ervas medicinais

Além de auxiliar a modificar a energia dos ambientes, muitas ervas também podem ser usadas como plantas medicinais.

O orégano ajuda a acalmar as dores de estômago, o gengibre é um ótimo anti-náusea, o manjericão alivia os problemas estomacais e o alho é um antisséptico natural.

Além desses, o chá de erva cidreira ajuda a reduzir o estresse, de sabugueiro é ótimo para resfriados e de camomila melhora o sono e combate à insônia.

17 – Cuidado com a época do ano

Escolher a época certa para plantar suas ervas, temperos e hortaliças também é primordial para que a sua horta em casa tenha sucesso.

O orégano, por exemplo, deve ser plantado entre abril e junho, enquanto a hortelã pode ser plantada o ano todo, assim como o agrião.

Se você tiver dúvidas, procure ajuda com jardineiros ou onde vendem sementes e mudas. De qualquer forma, as ervas aromáticas se adaptam melhor ao clima quente, como a primavera e o verão.

18 – Saiba quando e como regar

A falta de água é ruim, mas o excesso também pode fazer as suas plantas morrerem, causando o apodrecimento e a lavagem do solo (retirando todos os nutrientes dele).

No início do cultivo, quando a planta ainda é muda, regue de 2 a 3 vezes por dia, evitando os horários entre as 10h e as 14h.

Conforme a planta for se desenvolvendo, a quantidade de regas diminui. Nos dias úmidos ou chuvosos, é possível regar 1 vez por dia ou 1 vez a cada 2 dias, já nos dias secos, regue pelo menos 1 vez por dia.

Anúncios

19 – Use floreiras no chão

Os jardins verticais estão em alta, mas isso não significa que a sua horta caseira precisa seguir essa tendência.

Se você está plantando espécies que se desenvolvem melhor com sol indireto, uma boa ideia é usar floreiras no chão.

Principalmente no caso de apartamentos, você consegue evitar o sol direto ou até “esconder” essas plantas na sombra de outras maiores.

Riscos para Pintura Grátis

Prontos para Você imprimir

20 – Aproveite todos os espaços

Não existe desculpa para não ter uma hortinha em casa, afinal é possível aproveitar praticamente qualquer espaço.

Mesmo para quem mora em casas pequenas ou apartamentos sem varanda, dá para ter uma horta, usando as floreiras nas janelas, por exemplo.

Aprenda como montar uma mini horta em casa, do começo ao fim!

Veja as dicas e passos para se montar uma pequena horta em casa.

Gostou das nossas dicas e ideias para horta em casa?

Quer saber mais sobre horta em casa, então veja nossos outros artigos sobre esse tema clicando aqui!

Aproveite e compartilhe este post nas suas redes sociais!

Você gostou deste conteúdo? A sua opinião é muito importante!
[Total: 1 Média de: 5]