Anúncios

Porquinho da Índia: 40 Dicas e Curiosidades Sobre Esse Animal de Estimação!

Anúncios
Anúncios

O porquinho da Índia é um animal que está cada vez mais presente na vida das pessoas. Fofinho, inteligente e fácil de cuidar, ele tem ser tornado uma opção viável para quem mora em apartamentos ou casas pequenas e não deseja abrir mão da convivência com um pet.

Porém, justamente por não ser tão comum quanto um cãozinho ou um gatinho, é que ele precisa de cuidados específicos, garantindo que o seu pet se desenvolverá com saúde e viverá feliz por muitos anos.

Está pensando em comprar um porquinho da Índia para você ou seus filhos? Então veja essas dicas e curiosidades bem bacanas que separamos!

Ah e não deixe de ver até o final, pois lá tem um vídeo com várias dicas e curiosidades sobre porquinhos da Índia,para você saber tudo sobre eles.

1 – Origem do porquinho da Índia

Por incrível que pareça, o porquinho da Índia não é nem um porco e muito menos da Índia.

Esse bichinho muito fofo integra a família dos roedores e ele é originário da Cordilheira dos Andes, na América do Sul.

Seu nome surgiu porque, há muitos anos, esses roedores vinham do que era chamado de “Índias Ocidentais”, um nome antigo para o continente americano.

2 – Porquinhos machos e fêmeas

Identificar o sexo do porquinho da Índia não é uma das tarefas mais fáceis.

Para saber, você terá que virar o porquinho de barriga para cima. Quando você pressionar a região superior do macho, o pequeno órgão ficará a mostra (em formato de “I”).

Já as fêmeas contam com a região genital em forma de “Y” – e se você pressioná-las, nada acontecerá.

3 – Os porquinhos da Índia comem suas próprias fezes

Embora isso possa parecer nojento pra gente, os porquinhos da Índia tem necessidade de comer um pouquinho das suas fezes.

Essa característica é encontrada em outros roedores como os coelhos e acontece porque as fezes apresentam uma série de nutrientes essenciais, como a vitamina B e certos minerais, além de ajudar na recuperação da flora intestinal.

4 – Rações mais indicadas

Os porquinhos da Índia são animais herbívoros, ou seja, se alimentam exclusivamente de vegetais.

Hoje é possível encontrar uma grande variedade de rações e a dica é escolher aquelas específicas para esse animal.

Considere a idade do seu porquinho e o nível de atividade e sempre analise se a ração escolhida possui bons níveis de vitamina C.

5 – Outros alimentos permitidos

Além das rações, existem outros alimentos que você poderá oferecer ao seu porquinho da Índia.

Por exemplo as frutas e os legumes frescos, que podem ser oferecidos diariamente ao pet, além de uma dose de feno, que ajuda no funcionamento do intestino dos roedores.

No caso das porquinhas grávidas e dos filhotes, uma boa ideia é oferecer alfafa que tem bastante cálcio. Para os porquinhos adultos, ela só deve ser dada esporadicamente, como um petisco.

6 – Comidas proibidas

Alguns alimentos, contudo, mesmo naturais não devem ser oferecidos aos porquinhos da Índia.

Os principais a evitar são: batata, cenoura, figo, feijão, couve, couve-flor, uvas, aveia, cevada, sementes, pão, salsa e sementes de girassol.

E, claro, evite dar alimentos humanos para o seu porquinho ou ele poderá ficar intoxicado e até vir a óbito. Por exemplo: carne, derivados de animais, doces, cogumelos, café, sal, abacate, açúcar, cebola, conservas, hortelã etc.

7 – Dicas de alimentos

Se você não sabe quais alimentos oferecer ao seu porquinho da Índia, poderá ir mudando o cardápio para entender quais itens ele mais gosta.

Boas ideias são: alface, escarola, dente de leão, rúcula e pimentões.

As frutas e os vegetais podem ser oferecidos duas vezes na semana, por exemplo: laranja, maçã, banana, pêssego, tomate, abobrinha, aipo e brócolis.

8 – Tamanho da gaiola

É importante escolher uma gaiola que tenha o tamanho adequado para seu porquinho da Índia dormir, comer e brincar.

De acordo com as recomendações da Royal Society for the Prevention of Cruelty Animals, o ideal é uma gaiola com medidas mínimas de 120 x 60 x 45 centímetros.

Lembrando que esse tamanho mínimo é para 1 porquinho da Índia. Se você tiver mais, opte por uma gaiola maior. A melhor gaiola é aquela com arame e de fundo liso.

9 – Decoração da gaiola

Os porquinhos da Índia adoram se divertir, então é bacana incluir alguns itens dentro da gaiola.

Para que ele possa dormir tranquilo, compre uma casinha. Já para ele se divertir e não ficar entediado, inclua brinquedos e esconderijos comestíveis. Os brinquedos precisam ser próprios para eles, de material que possa ser engolido.

Além disso, lembre-se de usar granulado higiênico em forma de pellets, tigelas de comida e bebedouros de água.

10 – Erros em relação à gaiola

São muitos os erros na hora de montar a gaiola que podem colocar a saúde do seu porquinho da Índia em risco.

Uma dica é evitar usar aquários, terrários e caixas plásticas no lugar da gaiola, porque esses itens oferecem uma ventilação deficiente e excesso de umidade que podem causar doenças.

Os brinquedos não podem ser pintados com tintas tóxicas (que não podem ser engolidas) e nem devem ser de madeira tratada. E também deve-se evitar usar areia para gato como substrato da gaiola porque tem muito calcário e é agressiva aos porquinhos.

11 – Exercícios

Os porquinhos da Índia são animais sociáveis e é importante que eles não fiquem apenas na gaiola para não se sentirem solitários e depressivos.

Tire o seu bichinho da gaiola todos os dias, converse com ele, faça carinho, carregue-o e brinque com ele.

Tenha certeza de que você tem tempo na sua rotina diária para esses cuidados. Você poderá ensinar alguns truques como ficar de pé, girar, rolar etc. já que eles são muito espertos. Uma dica para evitar a depressão é comprar dois porquinhos, assim eles sempre terão companhia.

12 – Limpeza da gaiola

A gaiola precisa ser limpa, pelo menos, uma vez por semana.

Nessa limpeza, tire os resíduos, a forragem, a ração e os brinquedos e limpe-os com uma solução antibacteriana adequada aos animais. Na sequência, troque a forragem.

Além dela, é preciso complementar os cuidados com uma desinfecção da gaiola uma vez por mês.

13 – Local da gaiola

Uma dica super importante é tentar posicionar a gaiola em um local com temperaturas amenas (entre 18ºC e 24ºC).

Evite deixar as gaiolas ao ar livre, porque os porquinhos da Índia são muito suscetíveis ao frio.

Tome cuidado também com locais onde há muita corrente de ar frio e luz solar direta.

14 – Pegue o porquinho da Índia da forma certa

Você sabia que existe uma maneira certa de pegar o porquinho da Índia para ele não se machucar?

O ideal é começar pegando o animal pela zona pélvica que deverá ficar apoiada na sua mão e, com a outra mão, apoiar a área do peito, oferecendo suporte às patinhas dianteiras.

Caso você crie seu porquinho desde novo, acostume-o com o seu colo bem cedinho, para ele não ficar agitado e se machucar. Os porquinhos são muito sensíveis e saltos podem gerar lesões. Nunca pegue o porquinho pelo pescoço ou pelas axilas!

15 – Banhos

Muita gente não sabe, mas de vez em quando os porquinhos da Índia precisam tomar banho, principalmente as raças de pelo mais longo.

Para isso, use água morna e tenha bastante cautela para ele não se machucar. Use um recipiente raso e molhe apenas do pescoço para baixo, tomando cuidado para não entrar água no ouvido.

Em seguida, use shampoo próprio para roedores e enxague bem. Seque com toalha ou secador. Lembrando que os banhos devem ser bem esporádicos, no máximo algumas vezes por ano.

16 – Cuidado com os pelos

Embora os banhos não sejam tão frequentes, os cuidados com os pelos devem ser feitos com mais frequência.

O recomendado é escovar os pelos do seu porquinho da Índia até duas vezes por semana.

No caso dos porquinhos de pelo curto, esse processo pode ser mais espaçado.

17 – Atenção com as unhas

Assim como dos humanos, as unhas dos porquinhos da Índia crescem continuamente. Como eles vivem em cativeiro, podem não ter onde gastar as unhas, levando a um crescimento excessivo.

Por isso, saiba que você precisará cortar as unhas do seu porquinho com alguma frequência.

O recomendado é fazer o corte todos os meses, mas é preciso ter cuidado porque se cortar muito curto poderá sangrar. Se você não sabe como fazer, peça ajuda ao seu veterinário.

18 – Cuide também dos dentes

Além das unhas, os dentes dos porquinhos da Índia também crescem constantemente, afinal eles são roedores.

Por isso, é importante incluir brinquedinhos que facilitem o desgaste.

Caso isso não seja feito, você terá que levá-lo ao veterinário para fazer uma raspagem, pois será difícil para o porquinho da Índia comer com os dentes longos.

19 – Preste atenção à saúde

Os porquinhos da Índia também podem ficar doentes e é papel do tutor identificar os sintomas preocupantes e levar o bichinho ao veterinário.

Alguns sinais que indicam doenças são: mudanças no apetite ou no comportamento, letargia, fraqueza, articulações inchadas e rígidas, diarreia, muco nos olhos ou focinhos, pelagem áspera, dificuldade em caminhar, entre outros.

Se isso acontecer, leve imediatamente seu bichinho ao veterinário. Os porquinhos disfarçam muito bem quando estão doentes e, muitas vezes, quando notamos os sinais, eles já estão bem doentes. Então fique atento as alterações do seu animal.

20 – Tenha mais de um porquinho da Índia

Como dissemos, os porquinhos da Índia são muito sociáveis e, se você não der atenção para o seu, ele poderá ficar depressivo e doente.

Por isso, a recomendação é sempre comprar mais de um porquinho da Índia. Uma dica na hora de fazer essa escolha é procurar comprar animais que sejam parentes para evitar as brigas.

Lembre-se também que machos e fêmeas podem acasalar. Então, se essa não é sua ideia, compre duas fêmeas ou dois machos. E sempre apresente os porquinhos da Índia para evitar brigas.

21 – Treine seu porquinho da Índia

O porquinho da Índia é um animal muito esperto e se ele for treinado desde cedo poderá aprender alguns truques.

É possível treiná-lo para saber quando esperar comida, chamá-lo com um assobio, ensiná-lo a pular, ficar em pé e muitos outros truques.

O importante é começar quando ele ainda é mais novinho, já que as chances de aprendizado são maiores.

22 – Cio das porquinhas

As fêmeas podem começar a procriar com apenas 4 semanas de idade, enquanto os machos são considerados maduros sexualmente a partir da terceira semana de idade.

O cio das fêmeas dura de 15 a 17 dias.

Nesse período, uma mucosa que fica dentro do canal vaginal da fêmea se dissolve e permite a cópula.

23 – Procriação e ninhadas

É importante destacar que a gravidez e o parto podem trazer sérias complicações às fêmeas, por isso não deixe os porquinhos procriarem se você não tiver conhecimento sobre isso.

Algumas das complicações mais comuns são: morte de fetos e crias, envenenamento e necessidade de cesariana.

As ninhadas são compostas de 2 a 5 crias e o desmame é feito entre os 15 e 21 dias de idade.

24 – Tempo de vida de um porquinho da Índia

Infelizmente, os porquinhos da Índia não vivem por muito tempo.

A expectativa média de vida desses animais é de 4 a 8 anos.

Porém, existe um porquinho que conseguiu superar essa meta: o Snowball que viveu por 14 anos e 10 meses e morreu em 1979. Ele é considerado o porquinho da Índia mais velho do mundo.

25 – Raças de porquinhos da Índia

Você sabia que os porquinhos da Índia não são todos iguais?

As raças se diferenciam sobretudo pela pelagem e existem 3 mais comuns. São elas: abissínio (pelo em formato de rosetas), pelo curto inglês (espécie muito comum com pelo uniforme) e angorá (similar a primeira, porém com pelos mais compridos).

Outras raças são: sheltie (pelo liso e longo), silkie (quando o pelo é penteado ele fica em um formato de gota) e peruano (pelos bem longos e com porquinhos mais gordinhos).

26 – Porquinho da Índia Peruano

A raça Peruano foi a primeira de todas as raças de porquinhos da Índia de pelo longo que podem chegar a 50 cm de pêlo!

27 – Porquinho da Índia Sheltie

É aquele com pelos bem longos, lisos, sem rosetas e que estão conquistando os brasileiros.

Seu pelo é todo padronizado, começando pela cabeça e indo até o resto do corpo, com o diferencial de não formar franja.

28 – Porquinho da Índia Abissínio

O pelo deste porquinho se desenha em formato de rosetas que são geralmente 10.

29 – Porquinho da Índia Teddy

O porquinho Teddy é muito semelhante ao Rex.

Sendo que os Teddy são originários da América, enquanto que o Rex é originário de Inglaterra. A pelagem destes porquinhos é curta e áspera.

30 – Porquinho da Índia Rex

Ele tem o pelo muito curto ‘espetado’. No peito o pelo é encaracolado e isso também acontece no bigode. Esta raça vem de Inglaterra.

31 – Porquinho da Índia Selvagem

Os ancestrais dos nossos porquinhos são os porquinhos selvagens que ainda vivem em grande número em liberdade.

Os porquinhos selvagens vivem em tocas por debaixo da terra ou em buracos nas rochas.Algumas pessoas têm porquinhos selvagens em cativeiro.

No entanto não deve ser esquecido que eles pertencem ao mundo selvagem e não são animais de estimação.

32 – Porquinho da Índia Alpaca

Tal como o Texel, mas com o pelo a crescer para a frente dos olhos, formando uma franja.

33 – Porquinho da Índia Coronet

A raça Coronet possui bonitos pelos longos e uma coroa na cabeça. Esta raça surgiu do cruzamento entre os Coroados e os Shelties.

34 – Porquinho da Índia Ridgeback

Pelo liso, comprido e com uma tipica coroa na cabeça.

O pelo da face é curto, mas pode ter bochechas com barba. Temperamento ativo e muito dócil.

35 – Porquinho da Índia Inglês

É a espécie mais comum, a pelagem é uniforme e está presente em pouca quantidade.

36 – Porquinho da Índia Somali

O Somali é um Abissínio rex. Este tipo de porquinho é uma mistura entre Rex e Abissínio e é conhecido como Somali na Austrália.

37 – Porquinho da Índia Lunkarya

O porquinho da Índia da raça Lunkarya é muito parecido ao Texel. Os pelos dele são compridos e encaracolados.

38 – Porquinho da Índia Merino

Merinos são originário do cruzamento de Coronet com Texel.

Tem o pelo comprido e encaracolado do Texel e a coroa do Coronet.

Os primeiros exemplares estão começando a nascer no Brasil.

39 – Porquinho da Índia Texel

Raça comum em outros países da América Latina, mas também pode ser encontrada em nosso país.

Eles apresentam pelos e bigode encaracolados na cor branca, bege, preta e caramelo. Na face, o pelo é áspero e liso.

40 – Porquinho da Índia Skinny

Eles são excelentes Pets de Companhia, dóceis, tranquilos, amigáveis e amorosos, mas devido a falta de pelos, são mais sensíveis e necessitam de mais cuidado.

Saiba mais sobre o porquinho da Índia!

Ainda tem dúvidas sobre o porquinho da Índia? Então veja o vídeo e tire suas dúvidas para cuidar desse lindo animalzinho.

E, então, gostou de saber mais sobre como cuidar de um porquinho da Índia?

Quer saber mais sobre Pets, então não deixe de conferir nossos outros artigos clicando aqui!

Aproveite e compartilhe estas dicas e curiosidades nas suas redes sociais!

Você gostou deste conteúdo? A sua opinião é muito importante!
[Total: 1 Média de: 5]
Anúncios