Anúncios

Plantas Ornamentais para Jardim: 25 Espécies para Cultivar na Sua Casa!

As plantas ornamentais para jardim são fáceis de serem identificadas. Afinal, basta procurar aquelas que têm potencial decorativo. O diferencial pode estar nas flores, nas folhas ou até no tronco.

Anúncios

Além da beleza, contudo, é ideal ficar de olho nas características e necessidades dessa planta – garantindo que elas estão de acordo com o seu ambiente. Dessa forma, você terá sempre um jardim bonito e bem cuidado.

Está em busca de plantas ornamentais para jardim e não sabe quais as melhores opções para a sua casa? Veja esse guia com 25 espécies e modifique a área externa ou interna da sua residência!

Ah e não deixe de ver até o final, pois lá tem um vídeo com várias dicas e curiosidades sobre plantas ornamentais para jardim,você vai adorar cultivar em seu jardim.

1 – Estrelítzia

A Estrelítzia, ou Ave-do-Paraíso, é uma planta ornamental muito procurada para enfeitar os jardins internos e externos.

Originária da África do Sul, a Estrelítzia gosta muito do sol e é bastante rústica, se adaptando facilmente aos ambientes.

O cultivo não requer grandes cuidados, é preciso, apenas, que o solo seja fértil em matéria orgânica e apresente boa drenagem. A adubação deve ser feita a cada 6 meses e as regas precisam ser regulares (pela manhã ou no fim da tarde).

2 – Cycas Revoluta

Popularmente conhecida como “Palmeira-Sagu” ou “Sagu”, a Cycas Revoluta é muito procurada para os jardins contemporâneos e tropicais.

Ela é uma pequena palmeira com folhas rígidas e brilhantes. No paisagismo, podem aparecer sozinhas ou em conjunto com outras espécies. Também pode ser plantada em vaso.

Essa planta precisa ser cultivada em meia-sombra ou pleno sol, em terra de jardim enriquecida com composto orgânico e areia. As regas precisam ser regulares e, embora seja bastante rústica, pode ficar suscetível a cochonilhas em locais com pouca luminosidade.

3 – Arundina

A arundina, ou orquídea-bambu, é uma excelente ideia de planta ornamental para quem deseja levar mais beleza e delicadeza ao jardim.

Ela é uma orquídea terrestre bastante rústica com flores que se formam no verão e em tonalidade lilás rosada.

Para cultivá-la, opte por locais a sol pleno ou meia-sombra, com solo rico em matéria orgânica. Nos vasos devem ser plantadas com mistura de 1 parte de terra de jardim, 1 de terra vegetal e 2 de composto orgânico. Aprecia regas regulares sem encharcar o solo.

4 – Pleomela variegata

Gosta das plantas ornamentais para jardim com formação arbustiva? A pleomele é uma excelente opção.

Ela atinge uma altura média de 2 a 3 metros e é possível encontrar duas variedades: a “Song of Jamaica”, de margens branco-creme, e a “Song of India”, com folhagens de margem verde-limão.

São plantas rústicas e quando podadas funcionam muito bem como cerca-vivas. Em vasos, podem aparecer em ambientes internos, pois conseguem tolerar a baixa incidência solar. É também uma planta recomendada para a purificação do ar.

5 – Maranta Zebrada

A Maranta Zebrada é uma planta muito bonita e que tem uma subespécie (a maranta zebrada prateada) que foi desenvolvida no Brasil, em 2002, no interior de São Paulo.

A espécie é natural do nosso país e na natureza se desenvolve em regiões de Mata Atlântica sob a sombra de outras árvores. Por isso, nos jardins, deve estar a meia-sombra ou sombra e próxima de outras plantas.

Outra dica é optar por locais ventilados e a rega deve ser feita sempre que o solo estiver seco.

6 – Palma de Santa Rita

Também conhecida como Gladíolo ou Palma-Holandesa, essa é uma planta de clima tropical com fácil cultivo e baixo custo.

Para cultivá-la, é indicado o uso de um solo areno-argiloso, com boa drenagem e permeabilidade.

Essa é uma espécie bastante sensível a geadas, mas que pode ser cultivada durante todo o ano. As regas devem ser feitas sempre que o solo estiver seco.

7 – Abacaxi Roxo

Essa é uma das plantas ornamentais para jardim fáceis de cuidar e que não exigem muitas técnicas de jardinagem.

O Abacaxi Roxo também pode ser chamado de Moisés no Berço – e apesar do nome, a planta não produz abacaxi. É uma espécie muito versátil que vai bem no sol, na sombra, na luz difusa e a meia-sombra.

Pode ser plantada em vasos, jardineiras ou canteiros. O solo ideal é uma mistura de substrato para jardim, terra vegetal e areia grossa. As regas devem ser feitas sempre que o solo estiver seco e é preciso usar adubo foliar 1 vez ao mês.

8 – Flor de Jade

A Flor de Jade traz consigo muita superstição, sendo conhecida como a planta da sorte, do dinheiro e da amizade.

Embora seja uma planta mais rústica, o ideal é escolher um local com temperaturas que variem de 15ºC durante a noite a 23ºC e 26ºC durante o dia.

Também é importante que haja luz solar direta e as regas devem acontecer sempre que o solo estiver seco, saturando de água a raiz e a terra.

9 – Sapatinho de Judia

Originária da Índia, a Sapatinho de Judia floresce na primavera e no fim do verão. Além de lindas, essas plantas também atraem os beija-flores para os jardins.

O ideal é escolher locais com luminosidade pela manhã e sombras à tarde, deixando a planta com uma coloração mais intensa.

As regas precisam ser constantes e no final do inverno é preciso realizar uma poda nos ramos secos, além de adubar com material orgânico.

10 – Lavanda

A lavanda é uma das plantas ornamentais para jardim mais conhecida, principalmente devido ao seu cheiro perfumado.

Ela é originária das Ilhas Canárias e por isso prefere os locais de clima mais frio, suportando bem as geadas.
Hoje, contudo, é possível encontrar espécies adaptadas ao clima tropical, permitindo o cultivo da flor aqui no Brasil.

A lavanda-francesa é o subtipo mais cultivado no país, já que ela gosta muito de sol. O solo precisa ser mais arenoso (com uma mistura de areia, terra e composto orgânico).

11 – Brinco de Princesa

O brinco de princesa também pode ser conhecido como agrado, brinquinho, fúcsia e lágrima.

Possui uma ramagem longa e pendente com um florescimento bastante vistoso que costuma ocorrer na primavera e no verão. É conhecida por atrair os beija-flores.

Precisa ser cultivada a meia sombra ou pleno sol com substrato rico em material orgânico e permeável. No tempo seco e quente, deve ser regada todos os dias, deixando o solo sempre úmido (não encharcado). Apreciam o clima mais frio.

12 – Espada de São Jorge

Entre as plantas ornamentais para jardim mais conhecidas e procuradas, com certeza está a Espada de São Jorge.

Fácil de cuidar, adaptável a ambientes externos e internos e capaz de limpar o ar, ela nunca sai de moda. Para cultivá-la, monte o solo com 1 camada de areia, 1 de adubo orgânico 1 de terra de jardim.

As regas devem ser semanais no verão ou sempre que a terra estiver seca. Essa é uma planta de meia-sombra e é preciso atenção porque ela é tóxica e deve ser colocada em um local seguro para crianças e animais de estimação.

13 – Cactos

Resistentes e bonitos, os cactos estão na moda e podem ser encontrados em espécies maiores ou miniaturas para áreas externas e internas.

Eles podem ser plantados em vasos, jardineiras ou canteiros e preferem solo com cascalho ou areia e adubado com nitrogênio e fósforo.

É preciso finalizar com uma camada de areia ou cascalho ao redor dos cactos. O local ideal é onde faça calor e que a planta receba sol de 4 a 6 horas por dia, mas não deixe os cactos em locais abafados. Eles devem ser regados apenas no verão.

14 – Gerânio

Os gerânios são lindas plantas ornamentais para jardim que formam arbustos perfumados com flores em tons de rosa, branco e vermelho.

Eles se desenvolvem melhor em locais de temperatura amena, mas toleram bem as variações climáticas do nosso país. Só evite locais com calor muito intenso ou bastante úmidos.

Essa espécie deve ser cultivada em pleno sol com solo preparado com 1 parte de terra e 1 de composto orgânico. As regas devem ser feitas de 2 a 3 vezes por semana, dependendo do clima da cidade. Em ambientes iluminados, o gerânio floresce quase todo o ano.

15 – Bromélia

Adorada pelos paisagistas, a Bromélia é uma planta bastante popular no Brasil e que aprecia ambientes com temperaturas entre 15 a 25ºC.

Para que ela se desenvolva bem, é essencial manter as raízes sempre úmidas, mas de forma moderada. Outra dica é molhar as folhas para manter o espaço central da planta com água.

A grande maioria das espécies de bromélia gosta de claridade e a adubação deve ser feita semanalmente nos meses de maior intensidade de calor e de luz, com adubos específicos para bromélias.

16 – Rosa do Deserto

Apreciada no mundo todo, a Rosa do Deserto é uma planta belíssima, mas que exige alguns cuidados.

Ela se adapta muito bem ao clima seco e quente e prefere locais ensolarados. Os cuidados são semelhantes ao dos cactos.

No entanto, ao contrário do que se pensa, essa planta tolera bem a água (mas odeiam terras encharcadas), por isso precisam de um solo com alto nível de drenagem e levemente arenosos.

17 – Agave

As folhagens e arbustos são super importantes para criar um jardim diferenciado e vivo. Nesse ponto, as plantas do gênero Agave são ótimas escolhas.

Elas são originárias do México, mas também podem ser encontradas nos Estados Unidos, na América Central e do Sul.

Nos jardins, a mais usada é a agave-da-borda-amarela uma planta arbustiva que pode medir até 0.9m. O cultivo deve ser sob sol pleno em solo leve e enriquecido com matéria orgânica. As regas devem ser espaçadas.

18 – Flor da fortuna

A flor da fortuna é uma suculenta da espécie Kalanchoe. Muito fácil de cuidar, colorida e com ótima adaptação a ambientes internos e externos, ela está em alta nos jardins do país todo.

A melhor temperatura para essa planta é entre 13ºC a 29ºC, em ambientes com bastante luminosidade, quentes e úmidos.

O solo deve ser fértil, bem drenado e adubado. As regas devem ser feitas duas vezes por semana no verão e uma vez por semana no inverno. Elas florescem durante todo o ano, em especial no inverno e início da primavera.

19 – Figueira Lira

A Figueira Lira é uma árvore nativa do oeste da África e cultivada no mundo todo devido ao seu caráter ornamental.

Ela é bastante popular na decoração de interiores, podendo aparecer em vasos nas salas, banheiros, escritórios, quartos, halls, varandas etc.

Essa planta pode ser cultivada em meia sombra ou sob sol pleno. Dentro de casa, deixe-a próxima das janelas onde bate sol. O solo precisa reter bem a umidade e deve ser enriquecido com matéria orgânica. As regas precisam ser regulares, mas sem encharcar.

20 – Árvore da Felicidade

Arbusto com folhagem ornamental, a árvore da felicidade está cercada de misticismo e superstições.

Algumas pessoas acreditam que a planta é capaz de trazer harmonia e felicidade ao ambiente e aos seus moradores. Mas para conseguir essas dádivas é preciso receber a planta de presente.

A árvore precisa ser plantada em um local sem itens que impeçam seu crescimento e que receba luz abundante, porém com períodos de sombra durante o dia. As regas precisam ser diárias e o solo rico em materiais orgânicos.

21 – Chifre de Veado

Entre as plantas ornamentais para jardim com histórias curiosas está a Chifre de Veado. Acredita-se que ela seja tão velha que já estivesse na Terra quando ela era habitada pelos dinossauros.

Essa é uma planta epífita, ou seja, que se apoia no galho de outras para se desenvolver.

Além disso, é uma planta bem rústica com cuidados simples, como: evitar excesso de água, não colocá-la em locais com muita luminosidade e não plantar direto na terra, mas sim em um vaso de xaxim.

22 – Hemerocalle

As hemerocales são muito semelhantes aos lírios-asiáticos e costumam confundir muitas pessoas. Resistentes, elas são excelentes para os espaços públicos e costumam surgir as margens de rios e lagos.

São plantas que aguentam bem o sol forte e sobrevivem até mesmo em solos pobres de adubo, florescendo mesmo sem a supervisão constante de um jardineiro.

Apesar de bonitas, essas flores se abrem apenas por um dia. O solo precisa ser fértil, mas sem muitas exigências quanto ao adubo e a irrigação precisa ser periódica, mas sem exageros.

23 – Astromelia

A astromelia é uma planta com flores muito bonitas, inclusive usada para arranjos e buquês.

Ela precisa ser cultivada sob sol pleno ou meia-sombra, em solo fértil, ligeiramente ácido, drenável e enriquecido com matéria orgânica.

As irrigações devem ser frequentes, bem como as adubações. Existem variedades adaptáveis aos diversos tipos de clima, mas em geral não tolera geadas.

24 – Bambu da sorte

Apesar do nome, esse não é um bambu verdadeiro e é da mesma família da pata de elefante. Se for permitido o crescimento livre, pode atingir até 1,5m de altura.

No paisagismo são usados em vasos para áreas internas e junto aos muros, em locais com menos luminosidade.

Popular na cultura chinesa, hoje ele é muito procurado para dar de presente, pois acredita que pode trazer boa sorte e bons fluidos.

25 – Beijo Turco

Fácil de cultivar, colorida e sem exigir cuidados especiais, a Beijo Turco é uma planta muito comum nos jardins brasileiros.

Também pode ser conhecida como Maria Sem Vergonha ou Impatiens. Pode ser plantada em vasos, jardineiras, floreiras, cestas pendentes e em locais semi-sombreados.

Precisa ser cultivada em solo drenável e rico em matéria orgânica, com regas frequentes, a pleno sol ou meia-sombra.

Saiba tudo sobre plantas ornamentais para jardim e com muitas dicas!

Ainda está em dúvida de qual planta ornamental colocar em seu jardim? Assista o vídeo e aprenda tudo sobre plantas ornamentais para jardim e decida-se de uma vez.

Gostou das nossas sugestões de plantas ornamentais para jardim?

Quer saber mais sobre jardinagem, então não deixe de conferir nossos outros artigos clicando aqui!

Aproveite e compartilhe com seus amigos nas redes sociais!

Você gostou deste conteúdo? A sua opinião é muito importante!
[Total: 11 Média de: 4.5]

Anúncios