Anúncios

Plantas Carnívoras: 25 Dicas para Cuidar e as Melhores Espécies para Ter Em Casa!

Anúncios
Anúncios

As plantas carnívoras são espécies que deixam algumas pessoas assustadas, principalmente graças aos vários filmes de terror que usam essa plantinha de forma horripilante.

Na realidade, contudo, elas não têm nada de assustadoras, pelo contrário, chegam a ser bastante bonitas e usadas como itens decorativos em vários jardins. A maioria das espécies recebe esse nome porque elas comem pequenos insetos – e algumas raras chegam a devorar aracnídeos e roedores.

Apesar disso, não precisa ter medo, porque nenhuma planta carnívora irá lhe devorar. Quer saber mais sobre elas? Continue lendo e veja dicas e curiosidades sobre as espécies, além de orientações sobre plantio.

Ah e não deixe de ver até o final, pois lá tem um vídeo com várias dicas de como plantar sementes de plantas carnívoras e comece a cultivar as suas.

1 – Aldrovanda Vesiculosa

A Aldrovanda Vesiculosa é uma planta carnívora aquática e a única com movimento de armadilha visível.

Embora ela esteja distribuída em uma vasta extensão da Europa, costuma crescer em áreas limitadas e raramente é observada na natureza, já que necessita que o ambiente tenha determinadas características muito particulares.

Por isso, essa planta carnívora é considerada uma espécie criticamente ameaçada de extinção. Mas, para quem deseja cultivá-la, a Aldrovanda está bastante disponível para o comércio e cultivo em cativeiro.

2 – Utricularia reniformis

Você é daqueles que sempre achou as plantas carnívoras feias e esquisitas? Pois a Utricularia reniformis está aí para provar justamente ao contrário.

Essa é uma plantinha que lembra bastante uma orquídea e muito comum na vegetação brasileira. Também conhecida como “boca de leão do banhado”, essa planta possui suas armadilhas escondidas.

Para cultivá-la, é preciso protege-la do sol direto e manter o substrato encharcado. A alimentação não é um problema, pois no substrato convencional existem micro-organismos dos quais ela se alimenta.

Anúncios

3 – Dioneia

Essa é, possivelmente, a planta carnívora mais conhecida do mundo, justamente pelo seu formato característico.

Nativa da América do Norte, essa planta precisa de sol pleno para se desenvolver. Na natureza, ela habita locais pantanosos e brejos ácidos.

Sua alimentação é feita a partir de insetos e o cultivo precisa ser feito em musgo com substrato sempre úmido.

4 – Drosera

Com um aspecto mais rústico, a Drosera é uma planta carnívora muito bonita e que tem conquistado vários aficionados.

Dezenas de espécies fazem parte do gênero Drosera, mas todas possuem características comuns como o crescimento em forma de roseta e a presença de tentáculos com pontas cobertas por uma substância pegajosa.

As presas são atraídas pelo odor do néctar e elas acabam grudadas nos tentáculos. O cultivo é simples: basta oferecer muita luz e vasos com pratos de água.

5 – Pinguicula esseriana

Nativa do México, a Pinguicula esseriana é considerada uma das mais belas plantas carnívoras do mundo.

Com uma aparência frágil e delicada, essa plantinha atinge apenas alguns centímetros de diâmetro.

Sua alimentação é feita a partir da captura de pequenos insetos e ela produz uma flor muito bonita e delicada em tons que variam do violeta ao rosa. Precisa de sol indireto, substrato úmido (mais mineral) e cultivo em vaso plástico.

Riscos para Pintura Grátis

Prontos para Você imprimir

6 – Nephentes rajah

Nativa de Bornéu, essa planta carnívora costuma atrair musaranhos e ratos que a usam como uma espécie de “privada”.

Ela é considerada a maior planta carnívora do planeta e, ao contrário do que se imagina, não come esses animais, mas se alimenta das suas fezes.

Além das fezes, ela também se alimenta de formigas e aranhas. Em casos raros, ela pode atingir até meio metro de altura.

Anúncios

7 – Nefentes Yellow

Da mesma família da anterior, a Nefentes Yellow possui um lindo formato de jarro.

Para que a água da chuva não entre e fique parada no seu interior, a planta possui uma espécie de “tampinha” que impede a passagem de água.

Dentro do gênero “Nepenthes” existem mais de 100 espécies de plantas carnívoras e muitas podem ser cultivadas sob intensa luz difusa e em substrato próprio.

8 – Sarracenia

A Sarracenia é uma planta carnívora muito bonita, bastante resistente e adaptável a climas extremos.

Sob o gênero “Sarracenia” existem muitas espécies, sendo que várias delas estão ameaçadas de extinção.

O cultivo dessas plantas é bem fácil, já que elas se adaptaram muito bem ao clima brasileiro. Basta fornecer luz solar direta e manter um prato cheio de água embaixo do vaso.

9 – Drosera rotundifolia

A Drosera rotundifolia é uma planta carnívora bem comum na Europa (em especial na Sibéria) e também em partes da América do Norte, Japão e Nova Guiné.

Também conhecida como “orvalhinha”, ela possui várias propriedades medicinais, principalmente relacionadas às doenças pulmonares.

Na natureza, ela vive em áreas úmidas como os brejos e pântanos e possui uma superfície pegajosa para facilitar a captura dos insetos dos quais se alimenta.

10 – Utricularia Vulgaris

Essa é uma planta carnívora aquática natural da Ásia e da Europa. Uma característica é que ela é uma espécie que não cria raízes.

Suas hastes podem chegar a até 1 metro de comprimento e suas folhas são minimamente divididas, escondendo várias armadilhas para os insetos.

As flores amarelas costumam aparecer entre abril e agosto.

Anúncios

11 – Roridula Gorgonias

A Roridula Gorgonias é uma das plantas carnívoras mais bonitas, com lindas flores rosa.

Essa espécie pode chegar a até 1 metro de altura e suas folhas são cobertas com um tipo de pelo capaz de capturar pequenos insetos e, algumas vezes, até abelhas.

Na natureza, ela é encontrada em áreas montanhosas e de clima frio e entre os aficionados por plantas carnívoras é muito procurada graças a sua beleza.

12 – Darlingtonia Californica

Também conhecida em alguns locais como “planta-cobra” devido ao seu formato, a Darlingtonia Californica é a única existente no gênero Darlingtonia.

Ela é nativa da Califórnia, nos Estados Unidos, e costuma se desenvolver em solos pantanosos e pobres em nutrientes.

Essa é uma planta de cultivo bem difícil e os estudiosos ainda não sabem muito bem como funciona a sua polinização.

Moldes de Feltro Grátis

Receba direto no seu e-mail!

13 – Drosophyllum Lusitanicum

Drosophyllum é um gênero de planta carnívora com diversas espécies, entre elas a Lusitanicum – nativa da região mediterrânea da Europa (Portugal, Espanha e Marrocos).

Ela é uma das poucas plantas carnívoras que consegue crescer em solo seco e alcalino.

Possui um aroma adocicado e diferenciado que atrais os insetos para sua alimentação.

14 – Pinguicula Elizabethiae

A Pinguicula Elizabethiae é uma planta carnívora nativa do México com flores muito delicadas e bonitas.

Suas folhas são cobertas com um muco pegajoso que atraem e prendem pequenos insetos.

As flores aparecem entre julho e outubro e a espécie foi descoberta apenas em 1999.

Anúncios

15 – Drosera Ordensis

A Drosera Ordensis é uma planta carnívora que, naturalmente, habita solos arenosos na Austrália.

Cada planta possui inúmeras folhas com pequenos pelos que ajudam a capturar os insetos.

Essa espécie possui floração entre dezembro a abril e suas flores são de tonalidades cor-de-rosa a branco. Precisam de muita luz e temperaturas entre 18ºC a 30ºC para o cultivo.

16 – Pinguicula Laueana

A Pinguicula Laueana é conhecida por suas belas flores vermelhas e é uma raridade entre a sua espécie.

Essa é uma planta carnívora originária do México e capaz de comer insetos variados, já que possui armadilhas altamente sofisticadas e inteligentes.

Nos meses mais úmidos são formadas as folhas maiores e nos meses mais secos as folhas pequenas. A floração, no habitat natural, acontece entre abril e agosto.

17 – Sarracenia Purpurea

A Sarracenia é uma espécie de planta carnívora com muitos exemplares variados.

A Purpurea é originária do sudeste dos Estados Unidos, sendo bem comum na Flórida e no sul da Geórgia.

A diferença dessa planta para as outras da família é que seus jarros crescem em um ângulo diferente das demais.

18 – Cephalotus Folliculari

A Cephalotus Folliculari é uma planta bastante rara e exótica.

Essa é uma planta carnívora pequena com armadilhas que funcionam como uma espécie de poço.

Ela é nativa do sudoeste da Austrália e seus jarros podem aparecer em cores vermelhas ou verdes, dependendo da quantidade de luz oferecida à planta.

Anúncios

19 – Drosera Whittakeri

A Drosera Whittakeri é nativa do sul da Austrália e se desenvolve, geralmente, em solos úmidos, como os pântanos.

Possui uma beleza natural com folhas que podem ser verdes, laranja, amarelo ou vermelho.

Pode gerar até 20 flores brancas e o período de floração acontece entre maio e novembro.

Riscos para Pintura Grátis

Prontos para Você imprimir

20 – Utricularia Bisquamata

A Utricularia Bisquamata é nativa da África do Sul e uma espécie muito procurada graças a sua beleza.

Essa também é uma espécie fácil de cuidar e que se desenvolve muito bem em terrários.

A temperatura precisa ser mantida em torno dos 22ºC e é fundamental mantê-la úmida.

21 – Drosera Hartmeyerorum

A Drosera Hartmeyerorum é uma planta carnívora bastante rara e nativa do norte da Austrália.

A espécie foi descoberta em 1995 e sua principal característica são as folhas que conseguem rapidamente enrolar os insetos que pousam sobre ela.

A Drosera Hartmeyerorum não gosta de temperaturas muito quentes e se desenvolve melhor em locais de clima frio.

22 – Drosera Gigantea

A Drosera Gigantea é uma espécie tuberosa de planta carnívora natural da Austrália.

Na natureza, a planta cresce em solos arenosos às margens de pântanos ao longo da costa australiana.

Essa é uma das maiores espécies de crescimento ereto de planta carnívora, podendo chegar a até 1 metro de altura.

Anúncios

23 – Drosera Nitidula

Também originária da Austrália, a Drosera Nitidula é uma pequena planta carnívora.

Embora seja uma planta perene, ela é capaz de, na natureza, sobreviver a verões bem quentes e secos, esperando pela época de chuva.

Para que elas se desenvolvam, contudo, o ideal é oferecer um ambiente com temperaturas entre 20ºC a 25ºC.

24 – Genlisea Aurea

A Genlisea Aurea é uma das maiores espécies carnívoras do gênero Genlisea e é nativa do Brasil.

Na natureza, ela se desenvolve em planaltos de arenito.

Essa é uma planta que pode ser terrestre ou semi-aquática e apenas foi descoberta em meados de 1980.

25 – Drosera cistiflora

A Drosera cistiflora é uma espécie nativa da África com caule coberto por pequenos pelos que ajudam a capturar os insetos.

Suas flores variam de tons rosa, amarelo e vinho e nascem entre agosto e setembro.

Saiba como plantar sementes de plantas carnívoras!

Aprenda mais sobre as plantas carnívoras, como plantar as sementes, tire todas as suas dúvidas e comece a cultivá-las.

Gostou de conhecer algumas espécies de plantas carnívoras?

Quer saber mais sobre jardinagem, então não deixe de conferir nossos outros artigos clicando aqui!

Aproveite e compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais!

Você gostou deste conteúdo? A sua opinião é muito importante!
[Total: 1 Média de: 5]