Anúncios

Melhores pets para as crianças: veja 10 sugestões para os seus filhos!

Anúncios
Anúncios

Na hora de escolher os melhores pets para as crianças, muitos pais têm dúvidas sobre determinadas raças e também sobre os “animaizinhos” mais dóceis e bacanas para cada idade.

Nem sempre esse momento pode ser fácil e, muitas vezes, escolher o pet errado pode criar muita dor de cabeça ou colocar a segurança dos pequenos em risco. Justamente por todas essas questões é preciso que a compra de um animal de estimação seja bem pensada e discutida com a criança.

Se você acha que já está no momento do seu filho ter um animal de estimação, veja essas ideias que trouxemos dos melhores pets para as crianças e descubra qual é o mais indicado para a sua realidade.

1 – Cães médios e de pequeno porte

Pequeninos e muito fofos eles podem parecer a escolha ideal para as crianças, não é mesmo? Mas saiba que nem todas as raças costumam se dar “bem” com a criançada, sendo que alguns são até bem agressivos, como os pinscher e o poodle.

As raças mais indicas são: beagle, maltês, shitzu e o lhasa apso, porque possuem o temperamento mais dócil e paciente. O pug também é bem dócil, mas ele costuma ser mais “desanimado” para as brincadeiras.

De qualquer forma é importante que a criança compreenda que eles são mais sensíveis e frágeis e por isso tenham cuidado com esses cãezinhos. Por isso, as raças menores não são indicadas para crianças hiperativas ou desajeitadas.

2 – Cães de grande porte

Dóceis, sociáveis e capazes de conviver bem com diferentes tipos de pessoas. Em geral, existem muitas raças que são bem brincalhonas e ativas, capazes de conviver muito bem com abraços, apertões e muitas brincadeiras.

Mas, lembre-se que por serem maiores, algumas raças podem machucar as crianças, mesmo que sem querer, porque podem ter brincadeiras mais “estúpidas”.

As raças mais indicadas são: Golden retriever, labrador, boxer, border collie, pastor alemão e dálmata. Eles são bem indicados para as crianças cuidadosas, amorosas e até para as mais desajeitadas, desde que tenham pelo menos 4 anos de idade.

Anúncios

3 – Gatos

Os felinos carregam um fardo muito injusto, sendo muitas vezes chamados de traiçoeiros e ariscos. É verdade que eles são mais independentes, mas também podem ser muito amorosos a sua maneira. Diferente dos cães, os felinos podem suportar a solidão por mais tempo e por isso podem ser uma ótima espécie para os donos que passam várias horas fora de casa.

O gato persa é bem dócil e tranquilo, já o siamês é um pouco mais agitado. Mas sãos os vira-latas os que mais conquistam o coração da criançada.

Os gatos são ótimos pets para as crianças mais compreensivas e que não desejam ficar o tempo toda “grudadas” com os bichanos.

4 – Hamster

Os pequenos roedores são ótimas opções para as crianças que querem se divertir sem ter que interagir diretamente com o animal.

O hamster e o gerbil (também conhecido como Esquilo da Mongólia) são ótimas opções, mas necessitam de gaiolas específicas e vários acessórios para as brincadeiras.

Eles são indicados para crianças observadoras, contemplativas e dóceis e devem ser evitados por aquelas que são mais desajeitadas, que tenham menos de 4 anos ou por famílias que não desejam barulhos durante à noite (já que o seu hamster poderá ficar animado brincando na gaiola justamente nesse período).

5 – Coelhos

Dóceis e de um tamanho médio, os coelhos podem viver em gaiolas ou soltos pela casa e permitem serem pegos e acariciados.

Além de tudo isso, esses bichinhos são bastante inteligentes e podem aprender o local certinho para fazer as suas necessidades.

O importante, na hora de comprar um coelho, é ter um ambiente favorável ao desenvolvimento desses bichinhos, com amortecimento para as possíveis quedas. Eles são indicados para crianças delicadas e menores e devem ser evitados por aquelas muito fortes ou pouco cuidadosas.

Riscos para Pintura Grátis

Prontos para Você imprimir

6 – Porquinho-da-índia e chinchila

Os roedores um pouco maiores podem ser bastante dóceis, além de serem muito fofos. Eles são bastante tranquilos e podem viver em gaiolas e também soltos no ambiente familiar.

Eles exigem um pouco mais de cuidado, principalmente a chinchila que precisa de uma rotina regrada: com descanso à noite e atividades durante o dia.

Tanto o porquinho-da-índia como a chinchila são indicados para as crianças afetuosas e cuidadosas e devem ser evitados para aquelas que possuem menos de 4 anos.

Anúncios

7 – Cágados e Jabutis

Embora sejam animais de pouca interatividade, eles têm sido bastante procurados como animais de estimação porque não oferecem muitos riscos no convívio familiar.

Mas, fique atento, porque a comercialização desses animais está proibida no estado de São Paulo e para adquirir um você terá de importar de outros estados. Por isso, verifique se o petshop ou o criador possui autorização do IBAMA.

Os cágados crescem bastante e podem ter uma vida bem longa, já os jabutis podem viver muito bem em jardins, comendo frutas e legumes. Eles são ótimas opções para aquelas crianças mais passivas, observadoras e tranquilas.

8 – Peixes

Os peixes não propiciam nenhuma interatividade com a criança, mas podem ajudar a desenvolver o senso de responsabilidade, já que terão de limpar o aquário e alimentar o bichinho.

Para as crianças que nunca tiveram nenhum animal de estimação, o peixe pode ser uma boa escolha, porque não requer passeios, mas começa a desenvolver o senso de cuidado nos pequenos.

As espécies mais indicadas são o Beta e o Kinguio, mas fique atento, porque o Beta é mais arisco e exige um aquário só para ele.

9 – Aves

O mais indicado são aquelas aves que permitem o contato e que são acostumadas a virem no dedo dos donos, permitindo o contato físico e a interação das crianças, como os periquitos australianos e as calopsitas.

As aves são animais mais delicados e exigem que as crianças sejam mais cuidadosas e tranquilas, mesmo assim a supervisão de um adulto é sempre importante.

Lembre-se que esses animais podem viver de 12 a 15 anos e exigem cuidados extras com a gaiola e a alimentação.

10 – Mini porco

Pequeno, dócil e fácil de ser adestrado, o mini porco tem se tornado uma sensação e vem sendo muito procurado como animal de estimação para as crianças que não podem ou não querem ter um cachorrinho ou um gatinho.

Eles costumam ser bem tranquilos, calmos e muito amorosos, além de serem uma ótima ideia para as crianças alérgicas, já que eles não soltam pelos.

No ranking dos animais mais inteligentes, os mini porcos estão em 4º lugar e por isso são fáceis de serem adestrados. Contudo, eles exigem cuidados específicos e por isso são mais indicados para aquelas crianças com um senso de responsabilidade maior.

Gostou das nossas indicações dos melhores pets para as crianças? Já sabe qual será o novo amiguinho do seu filho? Deixe-nos um comentário ou compartilhe esse conteúdo com os seus amigos em suas redes sociais!

Reveja o post

Você gostou deste conteúdo? A sua opinião é muito importante!
[Total: 1 Média de: 5]

No Responses

  1. Tudo Especial
  2. Anônimo
  3. Anônimo
  4. Anônimo