Horta Em Vasos: 20 Dicas e Inspirações para Você Começar Hoje Mesmo!

Plantar uma horta em vasos é a escolha preferida de quem vive em apartamentos ou casas pequenas, já que assim você consegue ter ervas aromáticas, temperos e até algumas plantas frutíferas, mesmo sem ter um quintal grande ou um jardim.

Anúncios

Porém, para que as espécies se desenvolvam corretamente, é indispensável alguns cuidados básicos, como a escolha adequada dos vasos, do local e até do que plantar.

Além disso, hoje, as hortas já fazem parte da decoração – e por isso precisam ser também atraentes visualmente.

Quer dicas e inspirações para montar a sua horta caseira? Continue a leitura!

1- Cuidado com a escolha dos vasos

Você poderá montar a sua horta em diferentes tipos de vasos como jardineiras ou modelos redondos e quadrados.

A única dica é que esses vasos possuam drenos (furinhos na parte debaixo), assim será mais fácil para que o excesso de água escorra.

Lembre-se ainda que os vasos mais baixos, secam mais rápido. Por isso, prefira os vasos com 10 cm ou mais de altura.

2- Atenção à localização

O local onde a sua horta em vasos ficará é algo muito importante, porque precisa oferecer as condições básicas para que as plantas se desenvolvam.

O ideal é reservar um local bem iluminado, de preferência com sol direto em pelo menos uma parte do dia.

As hortas em apartamentos podem ficar nas sacadas ou nas áreas de serviço, por exemplo.

3- Pense no que plantar

O mais recomendado para as hortas em vasos são as ervas aromáticas e as medicinais, porque precisamos de uma quantidade pequena por vez e elas produzem quase todos os meses.

Algumas sugestões interessantes são: salsinha, manjericão, cebolinha, erva-doce, hortelã, erva-cidreira, etc.

Além disso, prefira as plantas disponíveis na sua região, já que é mais fácil plantar usando mudas prontas do que sementes.

Anúncios

4- Prepare corretamente o vaso

Comece colocando o material de drenagem, que pode ser argila expandida ou pedaços de telha.

Depois, adicione o substrato, que deve ficar na altura da muda (se for usar mudas) ou tomando totalmente o vaso (no caso das sementes).

Você poderá usar terra com húmus ou terra vegetal, sendo fácil encontrar ambas as opções em lojas especializadas em jardinagem.

5- Faça o plantio das mudas

As mudas ensacadas são as mais práticas para fazer a sua horta em vasos. Basta acomodá-las e completar o vaso com terra.

Se você for plantar cebolinhas, corte os bulbos e plante-os como mudas. Separe os bulbos de 3 em 3 e enterre a base.

Outra possibilidade é fazer o plantio de um pequeno talo, bastando cortar o ramo de aproximadamente 10 cm e remover a ponta. Exemplos que aceitam esse plantio são: orégano, manjericão, manjerona, babosa e erva-cidreira.

6- Se preferir, use sementes

Plantar com sementes é um pouco mais difícil, mas não é impossível. A dica é semear algumas em pequenos sulcos cavados com os dedos.

Sempre siga a profundidade indicada na embalagem, só desconsidere o espaçamento quando fizer o plantio em vasos.

Assim que as plantas alcançarem entre 5 a 10 centímetros, retire o excesso, mantendo apenas as mudas mais vigorosas.

7- Atenção aos cuidados básicos com as mudas

Depois de fazer o plantio, é muito importante que você siga alguns cuidados básicos para que as mudas cresçam fortes e saudáveis.

Tenha atenção com a rega, que deve ser feita constantemente, sempre cuidando para manter a terra úmida (não encharcada).

Na primeira semana, evite manter as mudinhas sob o sol direto por muito tempo. Depois disso, tome cuidado para que elas não fiquem em um local muito escuro.

Anúncios

8- Preste atenção às regas

A rega precisa ser feita todos os dias, ou uma vez a cada dois dias, dependendo do ambiente onde sua horta em vasos está.

Como dissemos, a recomendação é para sempre manter o solo levemente úmido.

Evite deixar o solo encharcado por longos períodos e se lembre que, quanto maior for o vaso, mais lentamente ele secará.

9- Lembre-se de adubar

A adubação é importante para o desenvolvimento adequado das suas plantas, mas também precisa ser feita com cuidado.

Prefira usar pequenas quantidades de húmus, adubos líquidos ou minerais (como o NPK).

Evite exagerar na adubação porque isso pode levar a “queima” da planta, causando a morte da sua hortinha.

10- Replante de vez em quando

Lembre-se que as plantas pequenas, como os temperos e as ervas aromáticas e medicinais, não duram muito tempo.

Por isso fique de olho caso algumas comecem a exibir um aspecto nada agradável.

Quando isso acontecer, está na hora de replantar as mudas, sempre trocando a terra dos vasos.

PS: Não pare por aqui, pois o post ainda não acabou! Há muitas dicas, inspirações e ideias para você ver nas outras partes do post.

Clique abaixo para ver todas as ideias!

No Responses

  1. Anônimo
  2. Anônimo
  3. Anônimo
  4. Anônimo

Blusa de Crochê » 60 Modelos, Receitas e Gráficos Incríveis Para se Inspirar e Fazer!

Receba todas estas ideias e dicas no seu email gratuitamente!