Anúncios

Flores do Campo: 25 Dicas de Espécies para Enfeitar o Seu Jardim!

Anúncios
Anúncios

Lindas, delicadas e super charmosas, as flores do campo fazem sucesso com diversos tipos de públicos. De uma maneira geral, são chamadas assim todas aquelas espécies que crescem livremente sem que haja nenhum tipo de interferência humana.

Muito usadas em arranjos e buquês, as espécies de flores do campo também são excelentes para enfeitar os jardins das casas, as floreiras e até as varandas dos apartamentos.

Você também é apaixonado por essa mistura de cores e estilos? Veja 25 espécies de flores do campo e dicas para cultivá-las na sua casa!

Ah e não deixe de ver até o final, pois lá tem um vídeo sobre duas flores do campo: a margarida e o crisântemo, para você começar a cultivar as suas.

1 – Margarida

Quando falamos em flores do campo, a margarida é de longe a mais lembrada e conhecida.

Também chamada de “bem-me-quer”, em todo o mundo é possível encontrar mais de 20 mil espécies dessa flor.

O grande segredo do cultivo é evitar locais frios, já que no inverno ela não costuma florescer.

Evite também encharcar o solo durante as regas e prefira deixá-la em um local ensolarado, mas que a planta não fique exposta diretamente aos raios solares nos horários mais quentes do dia.

2 – Gérbera

Com mais de 20 tonalidades, a gérbera é outra flor do campo bastante conhecida e admirada.

Ela pode ser plantada em vasos, floreiras e no jardim e seu cultivo não é difícil. Por ser uma planta rústica, tolera bem solos mais secos – mas em períodos de poucas chuvas precisa de regas de 1 a 2 vezes por semana.

O cultivo deve ser feito em um local arejado e com incidência de sol.

Anúncios

3 – Dália

Entre as flores do campo, a Dália é uma das mais bonitas, com uma grande variedade de cores e exuberância.

Ela é mais indicada para ser cultivada em jardins, mas também consegue se desenvolver em vasos. Sua floração acontece entre a primavera e o verão.

A Dália precisa ser plantada em um local com bastante luz e temperaturas entre 15 a 25ºC. Ela se desenvolve em qualquer solo, mas evite os muito ácidos ou alcalinos.

4 – Celósia

Também conhecida como “Crista de Galo”, a Celósia é uma planta que floresce no final do verão e início de outono.

Ela se desenvolve melhor em áreas com bastante sol e solo bem drenado e fértil.

A propagação é feita por sementes e o melhor é semear já no local definitivo. A Celósia, assim como outras flores do campo, pode ser plantada em vasos desde que eles tenham altura superior a 15 cm.

5 – Chuva de Prata

Muito conhecida pelos arranjos em festas de casamento, a Chuva de Prata é também chamada de Leucofilo.

Originária da América do Norte, ela pode ser plantada em vasos, jardineiras, floreiras ou diretamente nos jardins.

Possui um formato arbustivo e é excelente para quem vive à beira-mar. Essa planta não precisa de muita adubação, é resistente ao calor e ao sol pleno e quando adulta precisa de pouca água.

Riscos para Pintura Grátis

Prontos para Você imprimir

6 – Crisântemo

O Crisântemo é uma flor muito bonita e de origem asiática. Boa parte das variedades encontradas no Brasil são provenientes do Japão.

Uma das características dessa planta é que ela se desenvolve em períodos curtos e a floração ocorre naturalmente no inverno.

Para o plantio, o solo deve ter um pH entre 6 e 7 e precisa ser bem drenado e fértil. Durante a fase de crescimento, é importante manter o solo úmido (mas nunca encharcado).

Anúncios

7 – Áster

A flor de Áster é muito cobiçada, graças a sua beleza ornamental e a variedade de cores, enfeitando jardins em todo o mundo.

A planta possui floração entre o verão e o outono e suas flores costumam atrair borboletas e abelhas.

Para se desenvolver, o Áster precisa de sol pleno e meia sombra e o solo deve ser rico em matéria orgânica.

8 – Boca-de-leão

A Boca-de-Leão conta com 5 subespécies com variação no tamanho das flores e também na suas cores que podem ser roxas, vermelhas, brancas, amarelas, laranjas e rosas.

Normalmente, é cultivada em jardins, mas também pode ser plantada em vasos e jardineiras.

A planta prefere locais com temperaturas amenas e precisa de luz solar direta para se desenvolver. O solo deve permanecer sempre úmido e precisa ser fértil, rico em matéria orgânica e bem drenado.

9 – Solidago

Também conhecido como Tango, o Solidago apresenta pequenas flores amarelas e pode ser cultivado em canteiros ou composições.

Para florescer, é preciso oferecer sol pleno e solo fértil, permeável e enriquecido com matéria orgânica.

As regas devem ser regulares e, quando ereta, essa planta pode chegar a medir até 1,2m de altura.

10 – Rainha-Margarida

O nome científico da Rainha-Margarida é Callistephus chinensis e não à toa ela é considerada uma das mais belas flores do campo.

Originária da Ásia, essa é uma flor muito versátil que pode ser plantada em vasos, jardineiras ou em bordaduras.

Seu cultivo deve ser feito em locais de clima ameno, com sol pleno ou a meia sombra. A floração ocorre entre o começo do verão e vai até o final do outono.

Anúncios

11 – Cravina

Ao lado das margaridas, a Cravina é uma das flores do campo mais conhecidas. Além disso, é uma flor fácil de manter e bastante resistente.

Com uma grande variedade de cores, essa flor é bastante aromática e costuma atrair abelhas.

Seu cultivo pode ser feito em jardins, vasos ou floreiras. Para se desenvolver, ela precisa de pleno sol, fartura de água e um substrato com boa drenagem.

12 – Lírio

Bonito, delicado e com cores variadas, o Lírio é uma flor do campo que encanta pessoas em todo o mundo.

É possível encontrar lírios de 3 espécies: longuiflorum (flores grandes que variam do creme ao branco), asiático (flores menores e em cores fortes) e oriental (flores grandes, coloridas e perfumadas).

Ele pode ser plantado nos jardins ou em vasos e exige locais com boa iluminação, mas sem receber luz solar direto nas horas mais quentes do dia. O substrato precisa ficar sempre úmido.

Moldes de Feltro Grátis

Receba direto no seu e-mail!

13 – Alamanda

A Alamanda é uma espécie trepadeira e muito bonita de flor do campo. Seu porte é capaz de atingir até os 3 metros de altura, produzindo uma sombra excelente em canteiros.

A espécie possui grandes flores que costumam atrair os insetos polinizadores e também alguns pássaros.

Ela adora o clima tropical e precisa ser cultiva sob sol pleno, em solo fértil e com regas regulares.

Só um cuidado: a Alamanda não deve ser cultivada em locais próximos de animais e crianças, pois suas folhas são consideradas tóxicas.

14 – Lavanda

A lavanda, também chamada de alfazema, é muito famosa graças ao seu óleo essencial, usado na perfumaria, aromaterapia e na indústria cosmética.

Existem muitas espécies de lavanda, mas a mais cultivada é a Lavandula angustifólia. Essa planta pode chegar a até 2 metros de altura, dependendo da variedade.

A lavanda é bem tolerante a temperaturas, mas não cresce em locais muito úmidos ou frios. Ela precisa de sol direto por pelo menos algumas horas por dia e o solo deve ser bem drenado, leve e moderadamente fértil.

Anúncios

15 – Girassol

O girassol é outra espécie bastante apreciada das flores do campo. Ele é conhecido por transmitir boa energia e por isso também costuma ser plantado em vasos para enfeitar varandas e outros ambientes.

Originário da América do Norte, o girassol se reproduz por meio de sementes e é uma planta bastante resistente e robusta. Suas flores nascem na primavera e no verão, mas podem aparecer durante todo o ano.

A espécie deve ser cultivada sob sol pleno, com solo drenável e fértil.

16 – Hortênsia

A hortênsia também é uma flor do campo bastante conhecida e muito apreciada por sua beleza exótica.

Para florir e se desenvolver bem, é preciso oferecer à planta: solo fértil, bem irrigado, com boa drenagem e muita matéria orgânica.

Porém, atenção, porque as hortênsias são naturalmente de locais de clima ameno e por isso não se desenvolvem bem em regiões de clima mais seco e quente.

Hoje existem espécies desenvolvidas especialmente para essas áreas, então, se for o caso, procure por elas.

17 – Azaleia

As azaleias estão entre as espécies de flores do campo que podem ser cultivadas em vasos ou em floreiras, além do jardim.

Para isso, escolha um local onde a planta receberá, ao menos, 4 horas diárias de sol e fique protegida do vento e da chuva.

O substrato deve contar com uma mistura de areia e composto orgânico e as regas podem ser feitas duas vezes por semana, sem encharcar o solo.

18 – Violeta

Muito conhecida, a violeta atrai uma legião de fãs, graças a sua beleza e delicadeza.

Um dos grandes segredos no seu cultivo é escolher um local com bastante luminosidade, mas deixando-as protegidas da luz solar direta.

A temperatura precisa ser equilibrada, o solo bem drenado e a rega deve ser feita apenas quando o substrato estiver seco.

Anúncios

19 – Tulipa

As tulipas são apreciadas no mundo inteiro e estão entre as mais belas flores do campo.

É possível encontrar tulipas em algumas variações, como: botânica, darwin, papagaio e flor-de-lis.

Como as tulipas são originárias de regiões mais frias, uma dica é colocar uma pedra de gelo no início do dia e outra no fim da tarde no substrato.

Além disso, deixe a planta em um local fresco, com luz indireta e longe de correntes de ventos.

Riscos para Pintura Grátis

Prontos para Você imprimir

20 – Centáurea

A Centáurea também pode ser conhecida por outros nomes populares como fidalguinhos e escovinha.

Muito bonita, essa flor pode ser cultivada em vasos e jardineiras (prefira as espécies anãs) ou em jardim aberto.

Suas flores costumam surgir entre o inverno e a primavera e o cultivo exige solo bem adubado e rico em matéria orgânica, além de um clima mais ameno.

21 – Dente-de-Leão

Entre as espécies de flores do campo também existem algumas apreciadas por seus “poderes medicinais”.

O Dente-de-Leão é uma delas que pode ser plantada em vasos, jardineiras ou canteiros.

Para cultivá-lo, opte por solos leves e bem drenados. Até que os primeiros brotos surjam, é preciso regar todos os dias. Opte por um local que não tenha sol direto no meio do dia, pelo menos enquanto ele estiver brotando.

22 – Madiba

A Madiba recebe esse nome em homenagem à Nelson Mandela. Ela é uma espécie de crisântemo multicolorido.

Por isso seus cuidados são semelhantes: escolha um local com muita luz e com umidade.

As regas devem ser feitas de 2 a 3 vezes por semana, sem encharcar.

Anúncios

23 – Cravo

O cravo é uma das flores do campo mais conhecida de todo o mundo. Ela já foi, inclusive, chamada de “flor dos deuses” pois simbolizava Zeus na mitologia grega.

É possível encontrar várias de cores de cravos como vermelho, amarelo, branco, roxo etc.

Ele prefere viver em locais de clima ameno ou frio e precisa de luz solar direta entre 4 a 5 horas por dia. O solo precisa permanecer levemente úmido e deve ser bem drenado, fértil e rico em matéria orgânica.

24 – Mosquitinho

A Gypsophila, mais conhecida como mosquitinho, é uma flor do campo bastante tradicional, especialmente em arranjos e buquês.

Ela ainda pode ser conhecida por outros nomes como cravo-de-amor, branquinha e véu-de-noiva.

O mosquitinho é uma planta bem resistente e se adapta a diversas temperaturas, porém prefere regiões de clima frio e seco.

Ele deve ficar em locais com alta incidência de luminosidade e o solo deve ser fértil, poroso, leve, bem drenado e rico em matéria orgânica.

25 – Camélia

A Camélia pode ser encontrada em diversas cores como branca, vermelha ou rosa.

A grande dica é deixar a planta em um local com luz direta e regá-la cerca de 3 vezes por semana no verão e 2 no inverno.

Saiba tudo sobre duas flores do campo a margarida e o crisântemo!

Aqui você irá descobrir tudo essas duas flores do campo, como plantar, cultivar e conservar para ter sempre um lindo jardim florido.

Gostou de saber mais sobre as flores do campo?

Quer saber mais sobre jardinagem, então não deixe de conferir nossos outros artigos clicando aqui!

Aproveite e compartilhe nossas dicas com seus amigos fãs de jardinagem!

Você gostou deste conteúdo? A sua opinião é muito importante!
[Total: 11 Média de: 5]