Anúncios

Dieta Dash: Emagreça e Dê Adeus à Hipertensão!

Anúncios
Anúncios

Como em tudo no mundo, na nutrição também existem dietas que aparecem com mais ou menos força em um determinado período.

Nesse ano, a dieta Dash (Dietary Approaches to Stop Hypertension, ou dieta para barrar a hipertensão) está sendo bastante procurada, principalmente depois de ter sido eleita pela US News & World Report como a melhor dieta do ano.

Além de ajudar na redução das medidas, o cardápio também controla a hipertensão e promove uma maior qualidade de vida e bem estar. Já ficou interessado?

Então continue a leitura e saiba tudo sobre a Dieta Dash!

Dieta Dash

O que é a Dieta Dash e quais seus diferenciais?

A Dieta Dash foi criada baseada nos estudos feitos pelo The National Heart, Lung and Blood Institute dos Estados Unidos e buscava, incialmente, controlar a pressão arterial sem a necessidade do uso de medicamentos.

As pesquisas feitas pelos estudiosos mostraram que os pacientes que seguiram essa dieta conseguiram reduzir em até 14% o desenvolvimento da hipertensão, ajudando a prevenir as doenças cardiovasculares, e ainda emagreceram de forma significativa.

Além disso, os pesquisadores também concluíram que essa dieta é capaz de melhorar vários outros problemas de saúde, como o risco de desenvolvimento de diabetes e também doenças neurodegenerativas.

Dieta Dash

Veja também o que diz a Associação Brasileira de Nutrologia, sobre a dieta dash clicando neste link.

Como funciona essa Dieta?

A dieta Dash se baseia, principalmente, na redução de sódio, já que o excesso deste pode fazer com que o corpo passe a reter líquidos, aumentando o seu volume e desencadeando a elevação da pressão arterial.

O excesso de sódio pode levar a graves problemas de saúde como falência congestiva do coração, doenças aos rins, cirrose, enfartos e acidentes vasculares cerebrais.

Por isso, além de diminuir o uso do sal no preparo dos alimentos, a dieta Dash também prega a redução do consumo de alimentos ricos em sódio, como os congelados, os macarrões e as sopas instantâneas, os embutidos (presunto, salame, mortadela, etc.) e os refrigerantes.

Para os estudiosos da dieta Dash, ela funciona justamente porque é simples de ser realizada e não possui muitas restrições ao que comer.

Dieta Dash

Os alimentos base da dieta Dash

Não existem regras fixas na dieta Dash além da redução do sódio. O importante é buscar um equilíbrio na alimentação, usando como base os seguintes alimentos:

  • Oleaginosas: o ideal é consumir entre 4 e 5 porções de oleaginosas por semana, como nozes, castanhas, amêndoas e outras que são fontes de gorduras boas, capazes de reduzirem o colesterol e de atuarem como antioxidantes, essenciais na recuperação muscular.
  • Carnes magras: as carnes como o peixe e o frango sem pele contêm menor teor de gordura total, gordura saturada e colesterol e podem ser consumidas moderadamente, sempre grelhadas ou assadas.
  • Cereais integrais: massas integrais, pães integrais, cereais e o trigo integral são permitidos na dieta Dash, porque eles são mais nutritivos que os alimentos refinados já que contam com um teor maior de fibras, minerais e vitaminas.
  • Legumes, frutas e verduras: o consumo deve ser entre 4 a 5 porções por dia, sendo que o suco também conta. Em relação às hortaliças, a medida ideal é de 1 xícara por dia (quando cruas) e meia xícara quando cozidas.
  • Leite e derivados: iogurtes, queijos e outros derivados do leite também são permitidos, mas é recomendado escolher pelas opções desnatadas. Esses itens são ótimas fontes de cálcio, vitaminas e proteínas, além de ajudarem a equilibrar a microflora intestinal.
  • Óleos vegetais: o recomendado é o uso de óleos insaturados (azeite, milho, soja e canola) que ajudam na redução do consumo de gordura.

Dieta Dash e a redução do consumo de sal

Dieta Dash

Em relação ao sal de cozinha, a recomendação é usar apenas 5 gramas por dia, o equivalente a 1 colher de chá. Para se ter uma ideia, o brasileiro padrão consome mais do que o dobro dessa recomendação.

Mesmo para aquelas pessoas que sentem dificuldade em reduzir o sal de cozinha, diminuir o consumo de itens industrializados já pode ajudar a ter uma diminuição significativa do sódio consumido por dia e assim conseguir ver os efeitos da dieta Dash na sua saúde.

Uma dica na hora de preparar os alimentos é investir nas ervas e especiarias que ajudam a dar sabor à comida sem a necessidade do sal, como é o caso do manjericão, do orégano e da pimenta.

A dieta Dash pode me ajudar a emagrecer?

Embora o foco inicial da dieta Dash não fosse o emagrecimento, os pesquisadores notaram que muitas pessoas que iniciavam o programa alimentar relatavam uma perda de peso significativa.

Isso acontece porque o plano estimula a redução do consumo dos alimentos ricos em gorduras saturadas, sódio e açúcar refinado, reduzindo a quantidade de calorias ingeridas em um só dia e também outros fatores que estão associados ao acúmulo de gordura, como os picos de insulina causados pela hiperglicemia depois das refeições.

Quais as vantagens desta dieta?

A dieta Dash possui muitas vantagens, como:

  • facilidade para seguir o plano alimentar, já que usa de alimentos que estamos acostumados no nosso dia a dia;
    melhora da saúde de uma forma global e com dados que corroboram esse ganho;
  • foi desenvolvida por cientistas;
  • usa de alimentos saudáveis e nutritivos;
  • é uma dieta variada, portanto não enjoa;
  • ensina a pessoa a se alimentar;
  • é um estilo de vida e não algo temporário.

Veja quais os benefícios da Dieta Dash, no vídeo que separamos especialmente para você!

Nele você vai ouvir a opinião de um médico, sobre essa dieta que tem ajudado muitas pessoas.

E, então, já está convencido de que a dieta Dash é ideal para o seu caso?

Ou temos outros artigo sobre dietas, clique aqui e veja qual é mais adequada para você!

Se você gostou desse conteúdo, compartilhe-o em suas redes sociais!

Você gostou deste conteúdo? A sua opinião é muito importante!
[Total: 1 Média de: 5]
Anúncios