Home » Bem-estar » Dicas Para Amamentar » 15 Orientações Que Você Precisa Conhecer!

Dicas Para Amamentar » 15 Orientações Que Você Precisa Conhecer!

A amamentação é uma das fases mais importantes dos cuidados com o bebê. Porém, é também uma das que mais geram dúvidas nas mamães. Para lhe ajudar, separamos as principais dicas para amamentar.

Afinal, é indispensável conhecer quais são as principais posições, como realizar a pega correta, quais são os indícios de que algo não está sendo feito direito, entre outras questões.

Está procurando por boas dicas para amamentar? Continue a leitura!

Ah não se esqueça de ver até o fim do post, pois lá tem um vídeo bem legal com mais dicas para amamentar, para tirar todas suas dúvidas!

1- Cuide da sua alimentação

Cuide da sua alimentação durante a amamentação

Cuide da sua alimentação durante a amamentação | Foto

O cardápio equilibrado é fundamental para que o leite materno tenha nutrientes essenciais e adequados ao bebê.

É importante investir em verduras, cereais, frutas, carnes magras e também beber bastante água.

Outra dica é tentar evitar os alimentos que possam causar alergias e cólicas no bebê, como leite de vaca, amendoim, café, refrigerante, chá preto, entre outros.

2- Prepare-se para amamentar

Prepare-se para amamentar

Prepare-se para amamentar | Foto

Antes de começar a amamentar, escolha um lugar calmo, arejado e sem interrupções.

É importante sentir-se relaxada e conectada com o momento.

Se você for amamentar estressada ou irritada, o bebê poderá sentir essa tensão e ficar irritado, manhoso e até com cólicas.

3- A pega correta importa

A pega correta importa na hora de amamentar

A pega correta importa na hora de amamentar | Foto

O sucesso da amamentação está muito relacionado à pega correta.

Ou seja, o bebê deve estar com o corpo voltado para o da mãe, barriga com barriga e a cabeça em uma posição mais elevada que o bumbum, na altura do seio da mãe.

Os lábios da criança devem ficar bem para fora, com o queixo próximo da mama e abocanhando o máximo da aréola que ele conseguir, não só o bico.

4- Atenção à barulhos e outros sinais

Atenção à barulhos e outros sinais durante a amamentação

Atenção à barulhos e outros sinais durante a amamentação | Foto

Barulhos vindos da boca do bebê durante a mamada indicam que algo está errado, geralmente envolvendo a pega.

Não é usual ouvir estalos na língua ou um som semelhante a um beijo. Nesse momento, o ideal é ouvir barulhos de sucção e deglutição.

Caso escute outros barulhos estranhos, tire o bebê do seio e recomece. Se for o caso, modifique a posição.

5- Dor não é normal

Dor não é normal durante a amamentação

Dor não é normal durante a amamentação | Foto

Sentir dor durante a amamentação não é algo normal. Isso indica uma pega incorreta. Pare a amamentação e troque de posição.

Mamilos rachados ou machucados também indicam que o bebê está mamando de forma errada, em geral posicionado a língua no mamilo – o que faz com que o leite não saia de forma adequada e a criança poderá ter dificuldades para ganhar peso.

Para ajudar na cicatrização, passe o próprio leite materno nos mamilos, várias vezes ao dia. E fique o máximo de tempo possível sem sutiã ou protetores.

6- Mulheres com bico invertido também podem amamentar

Mulheres com bico invertido também pode amamentar

Mulheres com bico invertido também pode amamentar | Foto

Uma das principais dúvidas sobre amamentação é em relação aos bicos invertidos ou planos.

Mesmo quem tem mamilos assim, pode amamentar, porque a pega correta é com a boca do bebê em toda aréola e não só no bico.

Mas se você quiser se prevenir, poderá usar conchas de amamentação durante a gestação, desde que com orientação médica e também tentar ordenhar um pouco de leite antes de oferecer o seio à criança.

7- Hidrate-se durante a amamentação

Hidrate-se durante a amamentação

Hidrate-se durante a amamentação | Foto

Essa é uma das mais importantes dicas de amamentação para mães de primeira viagem.

Muitas não sabem, mas durante a amamentação você sentirá bastante sede, por isso deixe a garrafinha de água por perto.

Isso acontece porque o corpo precisa repor o líquido perdido durante o processo. Então, não se esqueça de beber pelo menos 2 litros de água durante o dia.

8- Amamente na posição transversal

Amamente na posição transversal

Amamente na posição transversal | Foto

Se você está tendo dificuldades com a amamentação poderá tentar trocar de posição.

A posição transversal é uma ótima alternativa. Sente-se em uma cadeira confortável, com apoio para os braços e mantenha a coluna reta.

Coloque o bebê deitado à frente do seu corpo, com a sua barriga tocando a dele. Segure o corpo do bebê com o braço oposto à mama que irá oferecer. Apoie a cabeça do bebê com a mão aberta e com a outra mão apoie o peito por baixo.

9- Amamente deitada de lado

Amamente deitada de lado

Amamente deitada de lado | Foto

Durante à noite e até em alguns momentos do dia, a amamentação deitada poderá funcionar. Só tome cuidado para não pegar no sono. Essa é uma boa posição para quem acabou de passar por uma cesárea.

Deite-se confortavelmente de lado e coloque o rosto do bebê de frente para o seu peito, apoiando o corpo dele com o braço e elevando ligeiramente a cabeça.

Use a outra mão para levar o mamilo até os lábios do bebê. Depois que ele pegar o peito, use um braço para apoiar a si mesma e outro para apoiar o bebê.

10- Evite ficar trocando de peito durante as mamadas

Evite ficar trocando de peito durante as mamadas

Evite ficar trocando de peito durante as mamadas | Foto

Caso a criança esteja bem posicionada, evite ficar trocando de peito durante a mamada.

Isso porque os primeiros goles são compostos do que chamamos de “leite anterior” (que é mais diluído). Apenas quando o bebê mama por mais tempo, ele começa a ingerir o “leite posterior”.

Esse leite é mais rico em nutrientes e gorduras que saciam a criança. Então, se você fica trocando o peito toda hora, o neném não consegue se alimentar adequadamente.

11- Não se preocupe tanto com os horários

Não se preocupe tanto com horários das mamadas

Não se preocupe tanto com horários das mamadas | Foto

Muitas mamães ficam bastante preocupadas com os horários e intervalos fixos entre as mamadas, mas não há necessidade de tanta preocupação.

O importante é respeitar as vontades da criança. Nem sempre ele procurará o seio para matar a fome, mas também para aliviar a sede ou encontrar conforto.

Mas atenção: procure ajuda profissional caso seu filho demore mais de seis horas para procurar o peito.

12- Cuidado com as posições incorretas

Cuidado com as posições incorretas na hora de amamentar

Cuidado com as posições incorretas na hora de amamentar | Foto

Existem algumas posições que não são muito indicadas na hora de amamentar.

Por exemplo: curvar o corpo em cima do bebê, deixar a cabeça e o corpo do bebê desalinhados ou segurar o corpo do bebê longe do peito.

Todas essas são posições prejudiciais para a criança e devem ser evitadas.

13- Saiba como agir com o excesso de leite

Saiba como agir com o excesso de leite na amamentação

Saiba como agir com o excesso de leite na amamentação | Foto

O excesso de leite pode evoluir para o empedramento dos seios ou para a mastite, uma inflamação das glândulas mamárias.

Para evitar isso, retire o excesso de leite e estoque ou doe. Para guardar, armazene em um pote de vidro com tampa plástica, esterilizado em água fervente por 15 minutos. O leite pode ser guardado em geladeira por 12 horas e por 15 dias no congelador.

Se você já está sofrendo com empedramento, não precisa parar de amamentar, mas será preciso fazer a ordenha após cada mamada. Antes, massageie com a ponta dos dedos no sentido horário, da região da mama em direção a aréola por 5 minutos. Após a ordenha faça compressas frias (nunca quentes).

14- Saiba o que fazer quando o leite não sai

Saiba o que fazer quando o leite não sai durante a amamentação

Saiba o que fazer quando o leite não sai durante a amamentação | Foto

Se o leite não está saindo, a causa pode ser um entupimento de algum ducto. Observe se existe uma área avermelhada, quente, dolorida e endurecida.

O uso inadequado de produtos para o aleitamento, como as conchas de amamentação e sutiãs menores que as mamas são as causas mais comuns, assim como dormir de bruços.

Para tratar, massageie a área afetada para dissolver o leite retido e ordenhe manualmente.

15- Ofereça o seio mesmo com a introdução de outros alimentos

Ofereça o seio mesmo com a introdução de outros alimentos

Ofereça o seio mesmo com a introdução de outros alimentos | Foto

Mesmo quando o bebê começar a se alimentar, é importante manter a amamentação.

Com um bebê adaptado às quatro refeições, o seio deverá ser oferecido nos intervalos, pela manhã e à noite.

Veja mais dicas para amamentar e perca todos seu medos!

Com o primeiro filho é tudo novidade,descobertas e medos, também não é diferente na amamentação. Por isso separamos esse vídeo com muitas outras dicas.

Com essas dicas para amamentar, ficou mais fácil tirar as principais dúvidas sobre a amamentação?

Se você ainda está se preparando para o parto, veja as dicas que separamos sobre o que levar na bolsa maternidade!